Medicina Felina


O gato atualmente tornou-se um animal “futurista”, por assim dizer. Ele se enquadra perfeitamente no perfil de vida da maioria da população. Ocupa pouco espaço, independente por natureza, metódico com suas necessidades (fezes e urina), vaidoso e cuidadoso com sua higiene, não ingere excrementos próprios ou de outros companheiros. Sem falar da elegância de seus momentos e de suas peripécias incontáveis. Para trabalhar com Medicina Felina, não é necessário apenas conhecimento técnico, mas, sobretudo, amar a espécie e conhecer suas particularidades. O gato nunca será um cão pequeno, a partir daí, torna-se um desafio diário diagnosticar e/ou tratar a espécie. Por ser um predador na natureza, camufla sua fragilidade escondendo os sintomas da doença, passando despercebido pelo proprietário o quão está doente. Por isso exigirá mais atenção e observação.
Gato é tudo de bom!

Dermatologia


O universo está em constante renovação, positiva ou negativa, tais mudanças vêm influenciando o estilo de vida das pessoas. A maioria da população vivia em casas com amplo espaço de lazer associado a um pet de porte médio ou gigante. Porém, acompanhando toda essa evolução, outras raças e outras espécies de menor porte invadiram o cotidiano e a preferência das pessoas, já que as mesmas estão optando por morar em espaços restritos e verticais, intensificando assim a relação com seu animal.
Várias especialidades na Medicina Veterinária surgiram, entre elas a Dermatologia, a qual representa um importante contexto neste cenário atual. Os pets da atualidade apresentam predisposição racial às doenças alérgicas, pois muitos vivem mais tempo dentro dos apartamentos e alguns não têm vida livre. Os banhos são frenquentes porque dormem na cama com seus tutores e vivem no Brasil, um pais tropical onde o clima favorece a proliferação de ectoparasitas como pulgas e carrapatos. Não obstante, o mercado de produtos trouxe e continua trazendo várias inovações em tratamentos já realizados em todo mundo. A Dermatologia Veterinária brasileira atualmente é muito respeitada na Europa e nos Estados Unidos.
Pensando em todas estas questões, a Clínica Veterinária São Francisco buscou especialização na área para melhor atender às necessidades atuais tanto dos tutores como dos nosso queridos companheiros, os cães e gatos.

Odontologia


A Odontologia está em constante desenvolvimento no setor veterinário, tanto em relação a produtos quanto serviços especializados. O avanço nessa área visa proporcionar uma melhor saúde oral, com consequente aumento na qualidade e sobrevida dos animais.
A Clínica São Francisco realiza diversos procedimentos odontológicos em cães e gatos, como o tratamento de doença periodontal, oncológico, ortopedia facial, exodontias e cirurgias gerais.
Agende um horário para avaliação de seu animal e aprenda os cuidados orais básicos.

Ortopedia


Inúmeras e freqüentes são as afecções ortopédicas e neurológicas que acometem os animais domésticos, principalmente cães e gatos. Diante deste cenário, nossa equipe investe constantemente no aprimoramento técnico-científico, equipamentos e materiais que possam melhorar a qualidade de vida destes entes tão queridos que são os nossos animais de estimação.
A constante evolução no tratamento de doenças ortopédicas e neurológicas tem proporcionado resultados promissores quando pensamos inclusive em doenças a priori consideradas graves. Aqui operamos e tratamos os mais variados tipos de lesões, sempre buscando o melhor para nossos pacientes com técnicas inovadoras e atuais. Exemplo disso encontra-se no grau de complexidade dos procedimentos realizados por nossa equipe. Se o seu companheiro esta passando por algum problema como: claudicação, lesão ligamentar, fratura de ossos longos, hérnia de disco, parou de andar ou esta com dificuldade, fratura de coluna vertebral, inclinação de cabeça “head tilt”, se apresenta convulsão, alteração de comportamento, andar em círculo, dentre outros; traga-o à clínica são Francisco! Teremos prazer em atendê-lo!

Oftalmologia


A Oftalmologia Veterinária é uma especialidade muito requisitada na clínica de pequenos animais, sobretudo com a popularização das raças de cães e gatos braquicefálicos - Shih Tzu, Lhasa Apso, Persa - que possuem “olhos salientes” e mais predispostos a algumas doenças. Além disso, os olhos podem apresentar alterações decorrentes de doenças sistêmicas, o que muitas vezes auxilia o clínico geral no diagnóstico.